domingo, 29 de dezembro de 2013

OUVIR MAIS E FALAR MENOS: PEQUENA NOTA

Ouvir mais e falar menos é um ditame que me preocupa às vezes, porque ele também serve para calar os sentimentos e impedir erros. Considerando-se o oficio de cada um amigo e o papel de cada um neste mundo, esta é uma medida sábia somente em certas circunstâncias. Entretanto, falar menos é sempre recomendável quando não se tem nada a dizer e falar muito é sempre recomendável quando é necessário responder por muitas coisas. Para mim o problema não é o quanto se fala, o tamanho do discurso, mas sim o modo e sua forma, sim a qualidade e o conteúdo do que é dito. Mas é claro que ouvir mais é uma forma de excelência, principalmente quando se compreende o que é dito e sem temor algum, nem para falar, nem por calar. Falar é uma arte e penso sim que deveríamos educar as pessoas pensando nisso. A verdade também pode ser encontrada no colóquio. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário