terça-feira, 10 de dezembro de 2013

JOVENS E SEUS POETAS

"Jovens descobrem seus poetas porque querem descobrir a si mesmos." 

Paul Valéry 

(citado por Stefan Zwieg em O MUNDO QUE EU VI. p.64)

- Obs.: estou adorando este livro do Stefan Zweig....é um conjunto de memórias muito belas e dignas deste homem sobre si, sua formação cultural e literária e de sua geração e das tragédias que ele (s) viveu na Europa do início do século XX, nas guerras e entre guerras...postei isto porque li lembrando muito dos meus alunos e alunas e de todos nós que um dia fomos jovens e buscamos apaixonadamente nossos poetas próprios também assim como a nós mesmos...até nos encontrarmos...e este VALÉRY é outra peça incrível também....

- estou escrevendo sobre estes tempos sômbrios e trágicos...ele viu uma geração maravilhosa ser dizimada quase inteira pela guerra, por um impulso de morte - ou pulsão de morte depende da tradução e do freudiano - e assistiu isso percebendo a impotência da razão e este fenômeno trágico lhe tirou o ânimo...morreu de um certo amor ao próximo e à humanidade...que ele não suportava ser destruído...isso é de uma grandeza tão profunda e de uma intensidade tão alta como muitas obras de arte e de gênios...



Nenhum comentário:

Postar um comentário