segunda-feira, 7 de outubro de 2013

O PRÓXIMO É MEU IRMÃO

Fabrício Carpinejar escreveu hoje um texto muito belo e elevado de força e verdade cujo título é "Todo filho é pai da morte do seu pai"...

Ele descreve a experiência de um amigo com seu pai nos últimos dias. Não tive como não me lembra da minha experiência também.

Eu passei por esta experiência semelhante e me dei conta de tantas coisas...parabéns ao Fabrício por colocar isto em palavras...

e isso me fez mudar muito...e tomar certas decisões na vida também...quanto ao meu futuro, minhas relações, minhas filhas e foi tão intenso que tudo que vivo hoje neste ano está relacionado diretamente a esta experiência, que somou-se a partida de meu irmão e minha irmã também, e a repetição do final me deu a certeza de algo que tomara que cada um tenha um dia para si revelado...

a esperança, a última esperança, a companhia e a luta, a despedida, a partida e o luto são peças de uma lição inteira de humanidade....de um processo que nos força a entender a finitude e sua profunda relação com a sabedoria e o amor...

e a passar de vez a valorizar, compreender e respeitar muito a sua própria vida e a dos demais..só posso pedir que tenham mais consideração pelo próximo...

eu aprendi que o próximo é meu irmão, que meu pai é meu irmão...

espero que isto toque o coração de alguém e que o faça mudar também...

Nenhum comentário:

Postar um comentário