sexta-feira, 27 de maio de 2016

CORAGEM CONTRA A CONTRADIÇÃO NO BRASIL

Testemunhando e vivendo coisas absolutamente contraditórias. Mas vamos encarar esta contradição e tentar fazer um esforço pela boa síntese. De um lado, um governo de cínicos e covardes vai massacrando os professores estaduais com anuência de partidos e pessoas e de alguns professores e professoras que simplesmente furam a greve mais justa da nossa categoria dizendo ou que a greve é banal, ou que tem outro lado, ou que é cada um por si, ou que não gostam deste ou daquele ou que tem medo ou temem os prejuízos que causarão aos alunos. Deste mesmo lado, vendo este vergonhoso governo de golpistas que não durou dez dias e já mostra sua face de quadrilha organizada para proteger notórios e corruptos temporais e pós graduados. O episódio do fim do Minc e sua ressurreição desconfigurada, a visitinha insidiosa e cara de pau do Alexandre Frota ao MEC, a entrega do pré sal, a queda do Romero Juca, as gravações do famoso Sérgio Machado com Sarney, Renan e o que mais vier, tudo para mostrar o quão sujo, mau caráter, desonesto e pilantra é o governo Temer, configurado numa traição ao nosso país. Um governo usurpador formado por traidores do nosso país e do nosso povo que deveria ser derrubado e seus engenheiros, advogados e doutores postos na cadeia, ou no exílio ou no ostracismo por décadas. Tudo que tem de pior na política brasileira se juntou na única mão cheia. E, por fim, este terrível estupro coletivo de uma menina de 16 anos por 33 homens que mostra quão perversa está nossa sociedade. Coisas que nos deixam assombrados. Um governo estadual covarde, um governo federal usurpador e homens sem escrúpulos fazendo e acontecendo sem o menor constrangimento. É um filme de horror. Porém, de outro lado é na contra mão de tudo isto vejo também meus colegas em greve comigo, nossos alunos aqui e no resto do país ocupando escolas e tentando fazer isso da forma mais correta, organizada e dialogada. Vejo milhares e milhões de jovens e cidadãos saindo às ruas para protestar contra o machismo, a homofobia, a violência policial, por mais democracia, contra o golpe, contra todos os corruptos e em favor de educação e liberdade para o povo brasileiro. Não perdi as esperanças não, desta contradição vai sair o novo e eu quero sim com meus e minhas colegas, alunos e alunas, amigos e amigas e cidadãos fazer parte disto. Vamos a luta! Organizar, resistir e avançar contra o golpe, contra a covardia e contra o machismo que o acompanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário