domingo, 7 de maio de 2017

SOBRE VOLTAR A SER ÍNDIO




Para mim seria uma honra. Algumas pessoas vieram aqui me criticar pelo meu título aplicado sobre uma imagem da Mídia Ninja de um índio encarando o batalhão de choque com os olhos fechados e num aparente transe espiritual ou concentração para o combate. Não me importei tanto e disse:

Tudo bem com sua opinião. Eu discordo e proponho livremente outra reflexão. Você pode aceitar ou não. E é apenas uma interpretação. Creio que ainda temos liberdade para criar, para interpretar e que não há bada de errado com o que pensei. O TÍTULO É MEU...nem sempre gosto de explicar os títulos que dou para imagens...porque isso parece presumir ignorância ou incapacidade de interpretação no outro, ou pior que isto para mim, presumir que o outro não tem generosidade, caridade e boa vontade com você e te interpreta sempre escolhendo a pior alternativa que consegue pensar sobre o tema proposto e tua posição. Para mim isto é uma espécie de super crítica ou hiper crítica. Que eu aceito, mas contesto assim como faço aqui agora.



Para pensar, então, o que eu quero dizer é muito simples. Os índios estão tendo a dignidade de lutar, que muitos não tem, enquanto muitos branquelos e europeus pseudo evoluídos estão sendo exterminados em seus direitos sem reação alguma. Caíram como patinhos num golpe do que há de pior na política brasileira e estão engolindo sem regorjitar toda a agenda golpista porque são civilizados e covardes com canalhas e rebeldes e corajosos com a esquerda.

Por fim, voltar a ser índio é para mim voltar a ter a dignidade de enfrentar o opressor. Encarar a guarda e o que houver pela frente por sua dignidade, seus direitos e se rebelar. Capice?




É assim que devemos passar a viver em tempos de guerra? Lutando contra nós mesmos? Ou encarar de vez os cara pálidas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário