domingo, 5 de março de 2017

INDIVIDUALISMO

O individualismo é tão pernicioso e deletério que deveríamos ter conteúdos específicos na escola que tratassem desta forma de desvão entre o homem e a humanidade, entre o homem e o mundo. É uma espécie de macro fantasia ou ilusão de grandeza ou delírio assoberbante. Mas o que ocorre nas nossas sociedades ocidentais e em meio ao capitalismo é justamente o contrário. Além de se fazer, através de péssimas condutas e atuações e com campanhas também, picadinho de qualquer idéia de que um coletivo, instituições, a democracia ou  a participação política responsável tenha alguma eficácia, ocorre a promoção do individualismo, sua glamourização  e mesmo a eleição de que o único caminho para a felicidade é individual. Então, toda vez que alguém diz que não é possível ser feliz sozinho, olha se para isto como uma espécie de ditame exclusivamente afetivo, emocional e do nível das relações privadas ou da intimidade. Raramente se avista ai a dimensão social mais ampla. Há, portanto, não somente nas aparências uma grande tendência incentivada por ai de estabelecer o fundamento do sucesso existencial no sujeito. Na perspectiva da intimidade não vemos nenhum sucesso na solidão, isso fica claro, ou sem boas relações sociais o que precisa ser mais batido e repetido. Então, me sinto uma pessoa bem sucedida em muitos aspectos, mas não teria nenhum êxito, sem todo apoio e ajuda que recebi dos outros. Não me vejo mesmo como um sujeito social isolado. E digo isso com muita gratidão inclusive. A minha auto estima e auto confiança já foi muito estimulada e corrigida em suas faltas e em seus excessos pelos amigos...assim, penso que deveria ser pensado pelos amigos e amigas que me lêem a necessidade de termos muito equilíbrio ai nesta relação entre individuo e coletividade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário