domingo, 7 de maio de 2017

A VIRTUDE É A VERDADE NA MEDIDA EXATA

Veja que você toma vários sustos por dia e tem que aprender a não assustar ninguém com isso. Aprender a amortecer os golpes, atenuar a dor, relevar descuidos e indelicadezas, superar barreiras emocionais, suplantar raivas e rancores, diminuir pela metade o tamanho dos monstros, cortar ao meio ou eliminar as descargas de tudo quanto é tipo de gente, por qualquer motivo irrisório ou por motivos importantes.

Respirar fundo e chamar a paciência e a boa vontade para governar teu espírito. Aprender a ficar tranquilo, para aguentar a barra e ser capaz, no que for possível, de mudar o rumo dos acontecimentos, mudar o curso das ações insensatas e desmedidas. Procurar o tom e a virtude exata para responder às situações. É em muitas vezes como essas que nós sentimos que lidamos com as emoções mais sutis de muitas pessoas, ao mesmo tempo.
Eis que, então, ai vem aquela palavra que nos é tão cara na vida e na filosofia: cuidado. Pois as pessoas são mais delicadas e sensíveis do que parecem​ à primeira vista. Diga para si mesmo: calma cara. Pense mesmo que você vai passar por tudo isso e que tudo acabará bem. E a única palavra de consolo aqui é a verdade.

Aprendi mesmo que nenhuma doutrina sobre o APARECIMENTO ou o DESAPARECIMENTO, nenhuma das outras doutrinas sobre o fim de todas as coisas ou o começo de todas as coisas que excede o nosso tempo, pode substituir a verdade. Falo aqui, então, daquilo que você é capaz de compreender e demonstrar como verdadeiro no aqui e no agora mais imediato possível. Saia do quadro geral e mais amplo dá totalidade para ver isto é depois volte a ele para verificar como ficam as coisas depois disso. Veja sim que a fé é um bom apoio quando não temos para onde correr. Que a expectativa positiva é um bom amparo no desalento e na lamentação, mas não consegue resolver sozinha a questão da verdade e da imposição da realidade sobre nossas vidas. Nós sempre queremos todos os milagres e abençoados são aqueles que obtém milagres, mas a regra é outra. Por isso, para terminar, tome esta verdade pela mão que por mais mínima que ela pareça é com ela que vais sobreviver.


Como dizem muitos por aí, aos olhos de Deus menos pode ser mais e mais pode ser menos. É se você não acredita nele, isso não te impede de usar aqui a mesma regra. Diminua o tamanho dos teus problemas, simplifique e resuma. Esta velha regra para a direção do espírito há de te fazer bem e te poupar de muitas confusões pelo excesso e pela desmedida. Descartes tinha razão em muitas coisas, nos deixou muitos anos argumentos interessantes, mas sempre me convenço que suas maiores contribuições foram formais e que, por incrível que pareça, a grande maioria delas tem aplicação moral e nos ajudam a chegar a um equilíbrio nas paixões e tocar a vida de forma mais virtuosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário