segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

A VIDA COMO AS ONDAS DO MAR - REPLAY

Neste momento tive o insight que é objeto deste ensaio breve. Me dei conta que a vida se comporta como as ondas do mar e que temos que estar alertas aos buracos, aos repuxos, às ondas grandes, mas também às pequenas ou médias, porque ocorre que muitas vezes as surpresas vem delas. Ondas pequenas ou médias podem nos derrubar e nos afogar dependendo muito não somente de sua força, mas dá combinação de suas forças com as condições e a nossa atenção quando as enfrentamos. Muitas vezes estamos descuidados e não percebemos os detalhes e que pequenas forças podem ser gigantescas e nos surpreenderem, nos derrubar e nos pôr abaixo. Então, o que podemos fazer é não subestimar e estar atentos aos sinais da vida  em sua totalidade e evitar ao máximo desprezar os detalhes e as pequenas ondas da nossa vida. Término pensando em que esta lição é possível porque minhas filhas acabaram me ajudando a perceber detalhes das vida para os quais sem elas minha sensibilidade seria indiferente ou atenuada pelo hábito que temos arraigado de muitas vezes só olhar para as grandes coisas, esquecendo que as pequenas e mesmo medianas também contribuem e muitas vezes decisivamente no resultado final. Como a vida nos ensina de diferentes formas, aqui concluo nesta forma mínima meu texto que pode parecer desimportante, mas que é verdadeiro e para mim cheio de compreensão, amor e boa vontade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário