sexta-feira, 21 de outubro de 2016

VÃO PRENDER LULA? ATÁ...

Lula não é um corrupto, nem corruptor, não é um lacaio da burguesia e nem um lambe botas da elite, não é um chefe de quadrilha ou um canalha, ele vive um flagelo terrível cuja dimensão é muito maior do que muitos imaginam. Este flagelo ultrapassa a pessoa dele, seu partido e seus aliados diretos. É uma bobagem ler este processo como algo particular. É preciso ser muito ignorante para pensar assim. Tenho convicção desde muito tempo que ele vive na ponta da estrutura política brasileira com um papel e interação fundamental pela esquerda desde meados dos anos 70 e poucos tem a percepção que ele tem dos processos políticos brasileiros e também das perspectivas que se apresentam pela frente. Eu não tenho a menor dúvida de que se aquilo que estão preparando para ele vingar, ele será somente o rubicão de um processo de perseguição muito maior que envolve também passar por cima do resto da esquerda. E a falta de solidariedade à ele e à outros demonstra que vira barbada fazer o que bem entender com qualquer um, sob qualquer pretexto. Não é só a moral seletiva que se exibe aqui, mas sim também uma justiça fortemente orientada ideologicamente e isto não é mesmo pouca coisa. Sobra coisa ruim para muita gente depois dele viu... Ele ficar no Brasil e suportar as consequências todas como suporta, deveria servir de sinal para todos os outros que querem ocupar o seu papel ou lugar na esquerda reagirem, abandonarem a perspectiva de testemunhas da história ou de sujeitos passivos no processo, abandonar a perspectiva pseudo crítica e moral também, pois não se trata mesmo de salvar só o couro dele não...perigosa não é a sacralização, mas sim a cristianização e crucificação de Lula como se purgasse os pecados de todos os outros da direita e da política nacional...

Nenhum comentário:

Postar um comentário