domingo, 23 de outubro de 2016

O SIGNO, A ONDA E O CHOQUE DO RETROCESSO



Deve ser terrivelmente torturante - e para mim é muito torturante isso - como deve ser ao outro portador de consciência moral, política e histórica, aos mestres e aos mais sábios, como deve ser ao homem comum mas sensato e prudente ver e perceber com nitidez e precisão que o Global e o Local estão, de fato, na mesma sintonia de insensatez...que o atraso e o retrocesso e que o signo negativo se exibe em abundância e desavergonhadamente...a abordagem do padrinho é tocante...Não consigo discutir muito isto pois o nível de responsabilidade por este estado de coisas todo em parte é muito claro e de outra parte muito obscuro. Teriam sido estas coisas produto da liberação indiscriminada do amplo circuito de opiniões ou do vale tudo generalizado do tempo presente que fez com que o mais estúpido, o mais torpe, o mais imbecil e o mais reacionário virassem a voz das multidões pela abundância de oferta da opinião leiga e comum? O senso comum dominante que aqui no Brasil elege e está elegendo e reelegendo certas criaturas deve ser o mesmo que coloca um Donald "fim do mundo" Trump na berlinda do processo de retrocesso. Não consigo mesmo desconectar ou desligar uma coisa da outra...leia com atenção o artigo do Caçapava: http://www.anpof.org/portal/index.php/pt-BR/comunidade/coluna-anpof/835-as-eleicoes-americanas-de-2016-como-sinal-historico

Nenhum comentário:

Postar um comentário