domingo, 9 de outubro de 2016

O PT ACABOU? Em São Leopoldo não senhor! (03/10/2016)

Então onde quer que ele sobreviva deve haver algo para ser visto, revisado e repensado. Em São Leopoldo, deveria ser reconhecido isto, tanto em sua dimensão positiva de qualidades, quanto no que toca aos erros dos adversários. Uma vez li um debate que tentava anular certas nuances de análise eleitoral para se evitar um tendência a racionalizar estes processos. Mas vejamos mais de perto este PT que sobrevive, luta e vence a eleição em São Leopoldo. Seus candidatos, relações sociais, legados e também o projeto e a crítica à gestão atual PSDB/PMDB, seus ex aliados do PSD e do PP e o PDT que correndo por fora chega em segunda lugar contribuindo para a derrota do condomínio governista que venceu a reunião em 2012.

Não podem ser menosprezados os destratos aos servidores, o pouco zelo pela cidade - buracos, lixo e diversas outras incompetências e que levaram o governo a obter, com certa unanimidade, o título de pior governo da história da cidade. O PDT se posicionou sem desgaste ou rejeição em princípio é foi ocupando espaço, mas não creio que venceria Vanazzi e o PT parte porque o eleitorado aglutinado por Vanazzi parece ser muito fiel ao PT desde muito tempo e resistiu aos diversos ataques e bombardeios midiáticos e às diversas vilanias e mentiras postas pelo caminho desta campanha e mesmo antes. O Golpe teve seu fator mitigado em parte por iniciativas que marcaram a tensão negativa do processo na cidade. Já no que toca à Lava Jato o mais impressionante mesmo é se saber que o paladino moral da câmara e da campanha é justamente inscrito como alguém que recebeu recursos deste escândalo de corrupção.

A tentativa de levar a eleição ao tapetão ou ao judiciário parece repetir a sina dos maus perdedores que me parece caracterizar justamente aqueles que jamais serão vencedores nesta cidade.

Por fim, o PT não acabou em São Leopoldo, assim como o PMDB, o PDT e outros que nesta legislatura e em outras já estiveram sem vereadores. Mas o PT venceu, elegeu o prefeito é vice Prefeita do PCdoB, em aliança de Esquerda, e elegeu seus dois principais nomes sob Vanazzi que resistiram ao massacre e não se curvaram ao medo. Como muitos outros aliás que t militando destemidamente sem constrangimentos e com altivez. Os suplentes da chapa do PT demonstram uma clara combinação entre renovação e experiência e assim o PT aponta para o futuro. Resta agora compor o governo com qualidade, trabalhar muito e dialogar muito para se fortalecer e avançar retomando seu eleitorado mais próximo e afim. A chapa com uma vice mulher eleita também aponta para algo mais na política de São Leopoldo.

Vanazzi vence sua terceira eleição confirmando sua estrela. Na primeira, em 2004, derrota o gigante Waldir Schmidt, na segunda derrota, em 2008, o Médico Moa, com o índice impressionante de 77℅ dos votos, e agora na terceira eleição derrota uma plêiade de adversários que merecem respeito e assim como ele podem permanecer no cenário político local, na depende de suas inteligências e da capacidade de lograr êxito frente à adversidades.


Ary Vanazzi, note-se bem, foi eleito num dos momentos mais duros da história do PT no país e só isso já deveria impor mais respeito, menos pequenez e mais galhardia e grandeza aos seus adversários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário