sexta-feira, 21 de outubro de 2016

A VIDA DO OUTRO LADO DO ESPELHO

Precisamos abrir nossas mentes para outras alternativas, alternativas melhores em nossos cursos de ação. Talvez pensar um pouco mais, com mais cuidado nos permita viver mesmo muito melhor. Mas prestando mais atenção aos sinais do mundo também. Tenho pensado neste tipo de coisa também. parece que nossa vida passa por um espelho e quando passamos para o outro lado algo continua mesmo em uma outra dimensão e outra forma. A imagem abaixo foi muito bem escolhida é do feijão ou espelho de Chicago, no Parque Millenium, que aparece ao final do filme Contra o Tempo, com Jake Gillenghaal, uma obra de ficção maravilhosa sobre vida após a morte e de retorno à vida no tempo, de alteração da realidade causal e fatual através de uma busca incansável em se livrar de um problema e também de um angustiante eterno retorno. O universo paralelo ou outro mundo possível parece conter outras alternativas de ação, decisão, situação e reflexão também. Penso aqui no perspectivismo fatual também ou nas chamadas fatias da realidade que podem ser postas em outra combinação, como um romance de Cortazar, um jogo de amarelinha ou um esquema protótipo de roteiro de cinema com caminhos alternativos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário