segunda-feira, 30 de maio de 2016

SENTIMENTOS E EMOÇÕES, COGNIÇÃO E REFLEXÃO: COMPLETADO 4 ANOS APÓS

Quando eu disse que você teve uma experiência cognitiva, tentei dar ênfase ao fato de que o que ocorreu contigo não era somente uma situação emocional, afetiva ou sensível, e queria dizer simplesmente que você não é somente sentimental porque teve sentimentos. Você não se resume a alguém que só possui sentimentos. Esta segmentação é enganadora e ela não vai te ajudar a superar, compreender ou aceitar a provocação que esta experiência ou vivência te apresenta. Eu diria que você deveria romper com esta narrativa lamuriosa e trágica e começar a refletir sobre o que é mostrado nela, não mais em termos de um código em que o sentido exclusivo é dor, prazer ou desprazer, sofrimento, decepção e amargura. Veja não se trata aqui de tirar de ti a sensibilidade, mas de dar curso a ela para a tua reflexão, tomar a experiência em termos cognitivos não te torna insensível, vai apenas dar inteligibilidade – a inteligibilidade possível agora e que poderá ser aperfeiçoada adiante a algo que te ocorreu. Então, tomar esta experiência como inteligível pode ajudar muito na sua compreensão e superação, mas isso não significa que você não seja sensível. Isso significa que você aprendeu a se diferenciar de teus sentimentos poderosos, se distanciar um pouco das fortes emoções que as vezes te são impostas por outros e a se defender delas. Sei que você teme ser derrotada nesta inversão de perspectiva, pareceria que ao dar racionalidade à experiência teria sido convertido aceitar ela como significativa. Porém, pense mais sobre esta pergunta: mas porque então este temor? E veja que a experiência e a coragem fazem isso contigo. Elas te jogam contra as paredes do salão na ilusão e assim vais ultrapassar os limites do teu tempo e daquilo que te resume agora. Amanhã ou depois, mesmo que você entenda tudo, pode acreditar será surpreendente, porém, porque jamais haverá alguma confirmação disto tudo. Vais esquecer na parede da memória esta experiência até que um dia toda esta carga emocional seja ou fique resumida a uma única palavra e todo este sentimento que tens esteja dissolvido e afastado de teu corpo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário