domingo, 31 de janeiro de 2016

SOBRE HISTÓRIA DA FILOSOFIA

Às vezes eu penso que sou um professor ultrapassado porque vejo todo mundo dizendo que agora as aulas de filosofia precisam ser temáticas e que a gente deve abandonar a abordagem histórica, mas eu confesso que vejo muitas vantagens ao lecionar com um olho nos temas, problemas e ideias e com outro olho nos autores, na história e no contexto histórico, econômico, cultural, político e religiosos destas ideias e temas...não consigo mesmo me desapegar disto...por outro lado tenho recebido sinais bons disto, pois vejo como uma forma de auxiliar e contribuir também para uma consciência histórica de outras disciplinas e ciências, conhecimentos, técnicas e tecnologias, e não me vejo em delírio nem em transe, ao contrário me sinto perfeitamente adaptado e propondo ainda novidades, grandes mudanças e a construção de uma perspectiva com consciência das tradições e que tenta, ousa, acredita e descobre como ainda pensar diferente, como pensar mais e como pensar de forma mais decisiva também...então...

Nenhum comentário:

Postar um comentário