segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E O ATUAL ESTADO DAS COISAS



Recomendo a leitura atenta desta matéria Tiago Mattos "a inteligencia artificial ja ultrapassou a humana." de Zero Hora dominical por diversas e boas razões. Tenho minhas contrariedades, mas é bom debater com ideias que aparentemente dominam o imaginário de certos players. Eu também considero um exagero a expressão que a "IE ultrapassou a inteligência humana." Primeiro, temos que convir este ultrapassar sobre a inteligência  humana tem um caráter mais quantitativo do que qualitativo ainda, e porque ela é produto desta e, em segundo lugar, porque a variância e a originalidade, a singularidade e a indeterminação possível no uso da inteligência humana é garantia de que mesmo no erro, no detalhe, no improviso, após ensaios e devido a fatores da ordem do imponderável a inteligência humana pode nos surpreender e muito. Penso, inclusive, que temos que investir mais mesmo na inteligência humana e isso só poderá ser feito com mais investimento em educação e com a elevação do nível de qualidade do atual jornalismo e dos sistemas de informação. Ainda precisamos chegar numa fase crítica para constituir a superação do atual ambiente cultural com melhores produtos e usos mais criativos das tecnologias. O que eu mais gostei na entrevista foi observar uma espécie de idílio romântico e carregado de preciosismo com a tecnologia e o tempo atual. Há uma tendência de tratar a tecnologia como coisa em si e uma espécie de auto elogio ao tempo atual. Temos que pensar bem mais sobre isto. E devo destacar o fato que ele conseguiu ao mesmo tempo aumentar o nível de incerteza e de ansiedade nas expectativas de muitos sobre o nosso tempo. Isso é bom porque coloca UNDER PRESSURE muitos que ficam achando que o tempo atual é estável, que o emprego atual é estável e que tudo que fazem hoje poderá ainda ser feito amanhã. Nesse sentido é bom o alerta para as transformações que virão e que serão necessárias. A democratização do acesso as tecnologias e do acesso a diversos serviços vai promover mudanças em especial nos setores de serviços e mudanças mais radicais ainda do que se pode imaginar. Para começo de conversa...posto mais outra hora, por enquanto é para suscitar debates e senão alguma reflexão a mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário