sábado, 21 de dezembro de 2013

LETRAS E ARTES, TALENTOS E SENSIBILIDADE: AS ALEGRIAS DA HUMANIDADE

Recebi uma notícia sobre a minha filha Antônia ontem que eu considero uma dádiva maravilhosa. Não devo falar ou dar detalhes, mas é muito bom você descobrir os filhos realizando algumas das tuas paixões, gostos e talentos de forma tão precoce. É tão bom ver ela com lágrimas nos olhos ouvindo Beethoven, por exemplo, ou emocionada e animadíssima com determinadas tarefas escolares e atividades recreativas. O pai dela tem um gosto de artista, um gosto por artes e cultura e de repente a filha começa a caminhar em passinhos na mesma direção e você descobre nela mais energia, perspicácia e talento do que suponha ver alguém ter tão cedo. Eu sei que arte envolve muito trabalho, não somente prazer, mas é tão bom trabalhar com algo que também lhe dá prazer. Isso é o que eu chamo de uma dádiva. E melhor ainda é ter a coragem e o apoio para fazer estas escolhas ou ainda que seja passageiro poder se exercitar nisto, aprender isto e compartilhar isto. O futuro é um tempo imponderável, podemos perscrutar tendências, mas eu fico muito feliz de receber presentes como este no presente. Que o meu texto sirva de apoio a outros pais e mães, irmãos e irmãs de meninos e meninas geniosos, arteiros e artistas, pois precisamos muito deles neste mundo para nos alegrar, nos fazer pensar e nos fazer perceber melhor as coisas. Ter uma educação da sensibilidade como dizíamos na faculdade de filosofia - em algumas conversas kantianas - é fundamental para a nossa humanidade. A educação estética é sim a base para uma forma de vida que pode mudar o mundo.


dedico este post para a Mana Isabella Fortes aos meus amigos e amigas,, colegas e mestres: Paulo Faria - que me apontou esta ideia um dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário