terça-feira, 17 de dezembro de 2013

ENTREVISTA PARA RELÍQUIA: SOBRE EDUCAÇÃO

PREÂMBULO: Relíquia é uma querida ex-aluna minha que me enviou este questionário, ao qual respondi de súbito e em forma de relata, sem muita reflexão. Me surpreendi com o título da cadeira dela Epistemologia das ciências da Educação, porque não conhecia essa matéria e fui até dar uma pesquisada nisso e, também, fiquei pensando muito nas minhas respostas porque tenho tido um certo trabalho neste ano para com minhas aulas. Estou fazendo algo novo e tento muito melhorar tanto o planejamento, quanto a execução das aulas tendo em vista que é meu primeiro ano em que efetivamente me dedico exclusivamente a lecionar, após 20 anos de formado e de muita militância e outras atividades fora da sala de aula. E olha que foi uma decisão difícil essa, mas muito importante para minha carreira de professor que considero estar na metade do seu roteiro nos dias de hoje. 

Bem mas vamos às questões:

a) O que teus alunos/alunas precisam para aprender o conteúdo de tua matéria?

Eu penso que eles precisam, além da disposição de aprender, serem provocados a ter atenção e fazer registros e anotações sobre o que lhes apresento e, ao mesmo tempo, dar uma revisada sobre o que lhes é apresentado também comparar com as informações que eles já dispõem.

b) Você faz perguntas a seus alunos? Promove debates?Como? Com qual frequência?

Sempre pergunto aos alunos após uns cinco ou dez minutos de apresentação se eles tem alguma dúvida e também ao final da aula. Tento estimular a participação maior dos alunos, mas as vezes tenho dificuldade para isto. Penso que os alunos são muito retraídos e também que pela minha disciplina e algumas características minhas não há tanta participação. Mas tento sempre mudar isto e crio espaços para eles debaterem os assuntos que mais lhes interessam também. Ao promover debates procuro deixar o ponto bem claro e então incentivar as diferentes opiniões a aparecerem. Com respeito a freqüência tento incentivar debates em quase todas as aulas, mas também creio que devo melhorar isto e ter uma espécie de agenda especialmente criada para isto de modo a valorizar isto como um momento.
  
c) Quando o aluno tem dificuldade de aprender, qual é ou quais são geralmente as causas da dificuldade?

As causas que eu identifico são, em geral, ligadas ou a dificuldades pessoais e de aprendizagem anterior ou devidas a minhas falhas em explicar a matéria que associadas as dificuldades de  aprendizagem anteriores podem dificultar mais ainda, que podem envolver o vocabulário que eu uso ou minhas formas de explicação ou organização dos conteúdos apresentados e desenvolvidos.

d) O que é indispensável numa sala de aula para que o aluno aprenda?

Uma atitude positiva e receptiva do aluno e do professor para a troca e a comunicação, meios que viabilizem isto com certo conforto e uma boa preparação e planejamento da aula. Eu diria também que um professor ou professora com certo entusiasmo e sensibilidade também faz muita diferença para despertar a atenção e envolver os alunos no processo. 

e) Qual o papel do professor e qual o do aluno no processo de aprendizagem?

O professor tem o papel de preparar, apresentar, problematizar  e desenvolver de forma a facilitar o acesso, a compreensão e o estudo de determinado conhecimento para o aluno, o aluno tem o papel de apreender, discutir e reproduzir de forma crítica e própria tal conhecimento.
  

f) Quais as estratégias que mais utilizas para ensinar aos teus alunos/alunas? 

Minhas aulas tem sido mais expositivas e dissertativas e em virtude disto minhas estratégias básicas de mudar o tom de voz, fazer comparações e exemplificar, aplicar as teorias ou conhecimentos à vida cotidiana, usar uma linguagem mais coloquial ou fazer alguma representação irônica de situação da vida tem sido cada dia mais elaboradas, mas estou desenvolvendo mais hoje o uso de outros meios e tecnologias para o ensino, como exemplo vídeos, filmes, música e também apresentações em datashow e com o uso de outros recursos ainda. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário