sábado, 21 de dezembro de 2013

ACORDAR CEDO É...

É tão interessante isto para mim. Acordar cedo é para mim me descobrir vivo e ter a alegria de pensar e viver. Faço festa quando acordo, fico muito animado e ao mesmo tempo observo o mau humor dos demais à minha volta no mundo. Aprendi a andar devagar, não fazer barulho por isto, mas acordar para mim é na verdade uma festa. Talvez seja minha pilha, como diz uma amiga e colega, minha fonte de energia que fica muito ativada pela manhã, mas a impressão que tenho é de um renascimento todas as manhãs. Como se tudo tivesse a chance de ser novo de novo. E é uma coisa bem difícil para mim, não entender o mau humor dos outros mas suportar isso deles. Já tive momentos difíceis na vida, doenças, dificuldades sérias, limitações, falta de dinheiro, falta de trabalho, etc, então na minha atual situação e sei que da maioria das pessoas hoje é um momento privilegiado que merece nossa alegria e satisfação. E isso envolve várias coisas. Algumas bem simples e triviais, indiferentes e insignificantes para alguns, mas que para mim são importantes, relevantes e maravilhosas. E vale aqui lembrar do que disse sobre a Guerra da Felicidade estes dias e o efeito disso para a longevidade e a saúde também. Neste quadro de menino, até os passarinhos viram personagens da minha vida, como aquela maravilhosa banda de jazz fusion que tenho no meu pátio e que se reúne todos os dias entre um limoeiro, uma mangueira, uma pitangueira e um abacateiro com a bananeira que abastece a turma mês a mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário