terça-feira, 29 de outubro de 2013

ANÁLISE DE CONJUNTURA E O HOMEM E SUAS CIRCUNSTÂNCIAS

Quando pensei pela primeira vez em uma aula sobre Análise de Conjuntura - que desse formalmente uma ideia das diversas determinações econômicas, políticas, culturais e históricas de uma sociedade ou organização, me veio de relance a lembrança daquela figura clássica já de se observar melhor o homem e suas circunstâncias. A figura construída pelo filósofo de Ortega y Gasset afirmava que o homem era ele e mais as suas circunstâncias. Assim se pode entender que se devem considerar os atributos de algo e o cenário em que este algo está inserido e tentar ir revelando aos poucos tudo aquilo que está encoberto em ambos os eixos do que é e de seu contexto. Vou aqui já modulando o vocabulário para facilitar a analogia que pode guiar nossa compreensão não para um rigor conceitual, mas sim para a ideia mesma que está por traz ai de ser e mundo e suas determinantes conhecidas e desconhecidas que vão sendo reveladas por um método cujo objeto é o próprio sujeito. E que ao mesmo tempo sofrem graduação qualitativa, medida e predicativa. E esta predicação pode ser também negativa ou positiva e sofrer gradações segundo as suas espécies presentes simples ou complexas Bem, vou fazer uma pausa, amanhã é este homem e suas circunstâncias em exame....

Nenhum comentário:

Postar um comentário