domingo, 25 de abril de 2010

CUBANOS NAS URNAS NESTE SÁBADO PASSADO

24 DE ABRIL DE 2010 - 14H12

Cubanos vão às urnas neste domingo em respaldo à revolução

A presidente da Comissão Eleitoral de Cuba, Ana Maria Mari, anunicou que espera uma presença massiva nas eleições para as Assembleias Municipais do Poder Popular (governos locais), que acontecem neste domingo (25). Segundo ela, a boa participação será parte da resposta do povo à campanha de difamação midiática contra a ilha. Mais de 8,4 milhões de cubanos, maiores de 16 anos, estão convocados a votar.

“Esta será a maior e mais contundente resposta de nosso povo à campanha desatada contra a revolução. E a maior demonstração de respaldo popular ao sistema político de Cuba”, disse Ana Maria, em entrevista ao Grama.

A eleição começará às 7h (horário local) deste domingo, em quase 30 mil pontos de votação. Entre os convocados, estão 325 mil jovens que poderão exercer seu direito ao voto pela primeira vez, após completarem 16 anos, a idade mínima exigida pela nação caribenha, que possui pouco mais 11,2 milhões de habitantes.

Caso os candidatos obtenham menos de 50% dos votos válidos emitidos, haverá segundo turno no domingo posterior, dia 2 de maio. Dessa eleição, sairão 15,9 mil delegados, que depois de selecionados nas urnas, permanecerão em seus cargos durante dois anos e meio, sem receber remuneração alguma.

Ao falar para os mais de 250 mil cubanos que trabalharão voluntariamente nesta que é a 14ª jornada eleitoral municipal, Ana Maria os convocou a atuar com apego à lei. “Que seu desempenho seja a todo momento ético, profissional, imparcial e que tenham atenção com cada eleitor, para que possam todos exercer seu direito”.

Entre os 34,7 mil inscritos à eleição nos 169 municípios na ilha, a presidente da comissão eleitoral destacou que 35,7% são mulheres. Segundo ela, 60,9% já são delegados atualmente e ¾ nasceram com a revolução. Ana Maria ressaltou que 41,3% dos candidatos são negros e mestiços e que 87,3% têm bacharelado ou formação universitária.

Como já é tradicional, a ilha utilizará pombos-correios como meio alternativo de comunicação durante as eleições. O mecanismo será muito importante em assentamentos, lugares afastados ou comunidades montanhosas, onde não haja perfeitas condições de comunicação tradicional, como a telefonia. O uso destas aves será coordenado pelas comissões eleitorais municipais.

Com Prensa Latina

NOTA: Por conta disto coloco o site de GRAMMA na minha barra de blogs ao lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário